EMPREGA MAIS GOIÁS

O SEU PORTAL DE EMPREGOS

Entrevista Agora me Fale sobre Você
NOTÍCIAS E DICAS

AGORA ME FALE SOBRE VOCÊ… O QUE EU RESPONDO?

Veja como se sair bem quando o entrevistador ou entrevistadora lhe disser a tão temida frase: Agora me fale sobre você.

AGORA ME FALE SOBRE VOCÊ

Muitos de nós já estivemos em uma das últimas etapas de uma entrevista de emprego, sempre olhando apreensivos para o entrevistador enquanto aguardamos mais uma rápida análise do nosso currículo ser realizada.

Depois que ele ou ela tem uma perspectiva sobre o tipo de empregado que você é, eis que vem a famosa pergunta: “Agora me fale sobre você”! É aí que as coisas podem se complicar e tudo ir por água abaixo.

Bem provável que nesta hora você deseja do fundo do seu coração, estar fazendo o que você gosta o mais longe dali possível, ou qualquer outra coisa que não seja ter que responder esta pergunta.

Mas fique tranquilo, neste artigo você verá como se preparar melhor para esta ocasião.

Mas porque esta simples pergunta faz o pessoa entrar em “parafuso”?

Bom, o motivo pode ser também tão simples quanto a própria pergunta: Não saber o tipo de informação que você deve repassar ao entrevistador.

Se você falar pouco, pode dar a impressão de que você esteja escondendo alguma coisa, ou um segredo. Ou até que você não tem conteúdo.

Se você falar muito, a impressão é que você fala demais (principalmente se falar muito rápido), podendo se perder nas idéias e no objetivo.

Primeiro passo: Decifre a pergunta de 1 milhão de reais

Aqui temos um ponto importante: A preparação será a chave para responder a famigerada pergunta Me fale sobre você.

Mas para se preparar bem, você precisa antes entender a pergunta que lhe foi feita.

Fazer uma narrativa de toda a sua vida, suas vitórias e derrotas até o ponto que você se encontra hoje não vai soar nada bem – Lembre-se: o entrevistador não é o seu psiquiatra, e nem deve ser tratado como tal.

Entendendo a pergunta “Agora me fale sobre você”

Agora pense nesta questão como uma ótima oportunidade – uma resposta bem planejada aqui vai aumentar e muito as suas chances de ser contratado, enquanto o contrário pode fazer você dar adeus a qualquer chance que tinha quando entrou para a entrevista.

Esta pergunta tem como objetivo testar a sua inteligência e, ao mesmo tempo, quebrar um pouco o gelo entre você e o entrevistador, tornando a atmosfera menos nervosa e mais descontraída.

Lembre-se: O entrevistador é um explorador a procura de novos territórios e este território é justamente você.

De forma alguma responda a esta pergunta com apenas uma frase, deixando o silêncio no ar ou fazendo uma releitura de tudo o que está no seu currículo.

Responder desta maneira vai passar a impressão que você é uma pessoa pouco profissional e sem objetivos claros.

Sob nenhuma circunstância você deve responder a esta pergunta com apenas uma frase, ou recitar o todo o seu currículo.

O importante é analisar a pergunta que foi feita

Se o entrevistador por exemplo lhe fizer uma pergunta bem específica, do tipo: “Agora me fale sobre a sua experiência profissional”.

Nesta ocasião fale apenas dos seus méritos profissionais, como por exemplo as suas conquistas e seus resultados alcançados. Você pode permanecer neste assunto até que ele ou ela lhe faça outra pergunta.

Se o entrevistador ou entrevistadora agora lhe pedir para descrever, em poucas palavras, os seus pontos fortes, tenha em mente informações como confiabilidade, objetividade, trabalho em equipe, pontualidade, qualidades de liderança que possuir, dentre outros.

Agora se a pergunta for generalizada, do tipo “Agora me fale sobre você”, o correto é mesclar as duas perguntas acima e falar um pouco da sua vida pessoal juntamente com a sua vida profissional.

O entrevistador pode estar interessado em saber que tipo de pessoa você é quando não está no seu local de trabalho.

Mas de forma pessoal ou profissional? O que eu devo responder?

AGORA ME FALE SOBRE VOCÊ

Aqui temos um impasse que todos enfrentam, já que não sabemos se devemos responder a esta pergunta de forma profissional ou falar apenas da nossa vida pessoal.

A resposta é simples: AS DUAS!

O tom pessoal vai ajudar o entrevistador a lhe entender como pessoa, como ser humano, e ter uma visão sobre as suas emoções e seus momentos de lazer.

Procure respeitar o tempo lhe concedido para responder a pergunta e não se esqueça de citar também os benefícios que você trouxe para o seu emprego anterior, pois eles poderão aumentar as suas chances de você ser contratado.

Então faça o seguinte: No dia anterior a entrevista, uma ótima dica é escrever um texto com cerca 80% das suas realizações profissionais, e cerca de 20% com informações da sua vida pessoal.

Feito isto, vá para a frente de um espelho e se coloque como se ele fosse o seu entrevistador, comece a responder a pergunta de forma confiante e com a cabeça erguida (nada de falar para dentro, com a voz baixa ou com a postura contraída).

O objetivo é fazer com que você evite um travamento na hora da entrevista ou que não consiga responder a pergunta com clareza.

Uma simulação de entrevista como esta pode treinar a sua mente para que siga apenas o que está escrito no papel, neste caso, 80% com um tom profissional e 20% da pergunta com um tom pessoal.

Se você não consegue redigir todo um texto, faça apenas tópicos com as melhores idéias, isso também poderá lhe ajudar.

O que evitar dizer ao responder esta pergunta

Alguns assuntos são controversos, principalmente nos dias atuais. Só porque você tem uma ótima história não significa que o entrevistador esteja disposto a ouvi-la. O que é interessante para você pode não agradá-lo.

Foque na resposta para a pergunta, com o máximo de informações sem se prolongar por muito tempo.

Procure não tocar em assuntos delicados ou polêmicos como exemplo política, religião ou futebol. O seu entrevistador pode ter idéias ou opiniões diferentes das suas.

Não fique repetindo o que está no seu currículo

Procure acrescentar ao entrevistador as informações importantes que você não conseguiu colocar no currículo, já que a maioria deles tem no máximo duas folhas e não há espaço para detalhes.

Procure ser a solução para determinada necessidade da empresa, criando um cenário real sobre como você se sairia em determinada situação ou problema.

Ao escrever o texto, procure reunir tudo o que você não conseguiu inserir no currículo, vasculhe a sua mente a procura de detalhes profissionais que fizeram a diferença nas empresas que trabalhou.

Se você apenas repetir o currículo, vai passar a impressão de que você se empenhou em decorar um script ao invés de compreender os requisitos da vaga disponibilizada.

O que o entrevistador espera em na sua resposta?

Cada entrevistador é treinado para um único objetivo: escolher o melhor candidato para a vaga!

Sendo assim, cada um deles tem seus próprios métodos para verificar se você atende os requisitos exigidos pela empresa, identificando os pontos fortes e fracos presentes nas suas respostas.

O importante é se manter confiante e focado nas suas habilidades, mantendo a postura.

Basicamente o que ele quer saber é se você é a pessoa ideal para a vaga oferecida. Seria como se a empresa fosse um grande quebra-cabeças e algumas peças estivessem em falta. Seja a peça correta!

E é aqui que entra o entrevistador, que irá reunir todas as informações para saber se o seu perfil é o mais adequado.

Procure repassar a ele ou ela os seus pontos fortes, ofereça exemplos reais e mostre os seus conhecimentos e conquistas sem parecer prepotente e dono do saber. Diga apenas a verdade de forma confiante.

Quando estiver escrevendo, enumere as suas realizações de forma curta e precisa, isso vai facilitar na hora de falar sobre elas.

Mesmo que seja uma realização simples, ou um projeto lá na universidade que você completou: poderá fazer a diferença.

Vamos supor que você trabalhou em uma empresa por 4 anos: Coloque no papel o que você aprendeu enquanto esteve lá.

CONCLUSÃO: SÓ OS FORTES SOBREVIVEM

Vamos lá, você se esforçou, se dedicou e mesmo assim não foi contratado. Saiba que cada entrevista é uma oportunidade para aprendizado, procure identificar os seus erros e aprender com eles.

Consulte o entrevistador se ele pode lhe dar um feedback, isso irá lhe ajudar bastante já que você irá entender porque não foi aprovado para o cargo.

Melhore com os seus erros e lembre-se: Mantenha o foco e seja positivo (a)!

Siga-nos nas redes sociais: 

Instagram: https://www.instagram.com/emprega.maisgoias/ 

Twitter: https://twitter.com/empregagoias 

Facebook: www.facebook.com/empregamaisgoias 

LinkedIn: O Emprega Mais Goiás também está na rede social mais utilizada no âmbito profissional, acesse o nosso perfil em: https://www.linkedin.com/in/empregamaisgoias/ 

Desejamos boa sorte a todos os candidatos! 

@empregamaisgoias #vagasempregogoiania #empregosgoiania 

O Emprega Mais Goiás não se responsabiliza pelo conteúdo de nenhuma oferta de emprego divulgada no portal. Os conteúdos das vagas são de responsabilidade dos anunciantes. 

[wdi_feed id=”1″]

Boa sorte a todos (as).

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *