COMO ESCOLHER UMA CARREIRA

Como escolher uma carreira quando você estiver interessado em tudo?

Para muitos jovens, entrar no mercado de trabalho pode ser chocante.

Ao longo de sua vida, você aprendeu a importância de se tornar um indivíduo completo.

Então você experimentou diferentes atividades, estudou vários assuntos e desenvolveu uma ampla variedade de interesses.

Eis que vem a questão e então você tem que escolher uma profissão para seguir.

De repente, parece que você precisa escolher entre o amor pela tecnologia ou pela arte; política ou culinária.

Você tem que decidir qual será sua carreira e o que será rebaixado a um hobby de fim de semana.

COMO ESCOLHER UMA CARREIRA

Decisões complicadas a frente…

Haverão decisões difíceis. Alguns interesses terão que ter prioridade sobre outros.

Mas se você for inteligente em suas escolhas, é possível encontrar um plano de carreira flexível que não o limite a um emprego sufocante.

Você apenas precisa de algum tempo para explorar todas as opções disponíveis para você.

Veja como escolher uma carreira quando você está interessado em mais de uma coisa

Descubra o que você não consegue viver sem fazer…

Uma pesquisa recente descobriu que, entre os funcionários que estavam na empresa há mais de três meses, 60% permaneciam porque seu trabalho lhes permitia fazer o que fazem melhor.

Esse fator teve um impacto ainda maior na satisfação dos funcionários do que aumentar o seu salário… Mas por qual motivo?

É simples – as pessoas ficam mais felizes quando vão trabalhar todos os dias e fazem o que gostam de fazer.

O truque é descobrir qual é a sua vocação.

Inclusive recomendamos bastante que você faça um teste vocacional caso ainda não tenha certeza sobre qual área atuar.

A primeira etapa desse processo é pensar no que torna uma tarefa difícil mais suportável para você.

Por exemplo, imagine que você teve que passar um dia fazendo uma faxina, ou outra tarefa pesada: seria menos “odioso” se você pudesse trabalhar em equipe? Se houvessem mais pessoas dedicadas e empenhadas na mesma função?

Ou se você tivesse que resolver enigmas para identificar corretamente os produtos de limpeza a serem utilizados na faxina?

Sua resposta a essas perguntas o ajudará a chegar ao cerne do que você precisa em uma carreira.

Para se aprofundar no que o motiva, considere fazer avaliações de personalidade online ou usar aplicativos para busca de cargos.

Você pode se surpreender com o que eles revelam sobre você e como o ajudam a restringir suas opções.

Encontre um área que lhe interessa

Ser educado poderá tornar mais fácil – ou mais difícil – conseguir certos tipos de empregos, mas não limita completamente os setores em que você deve trabalhar.

Se você se formou em biologia, não está restrito apenas aos campos médicos ou científicos.

Se você fez aulas de programação de computadores, isso não significa que precisa conseguir um emprego na indústria de tecnologia.

Muitas de suas habilidades são transferíveis de um setor para outro.

Outro estudo realizado descobriu que as habilidades de pesquisa foram classificadas entre as dez habilidades mais importantes para vários setores, desde marketing até saúde e TI.

O ideal é procurar por diversos setores possíveis de trabalho e descobrir quais habilidades são mais importantes para eles.

Pense fora da caixa e considere o que sua experiência única pode trazer para um setor.

Por exemplo, digamos que você sempre amou música, mas não consegue entender bem os tons.

Em vez de aprender a tocar violão, você estudou web design.

Mesmo assim você pode atuar na área que gosta, demonstrando o seu interesse pela música utilizado em conjunto com as suas novas habilidades e assim projetar sites para bandas, gravadoras ou artistas independentes.

Procure organizações que trabalhem em conjunto

Qualquer que seja a carreira que você escolher, é provável que suas responsabilidades e deveres não satisfaçam todos ou alguns de seus interesses.

É assim que o mundo funciona e nem sempre será justo!

Mas isso não significa que você precise trabalhar isolado, nunca mais interagindo com pessoas de outros departamentos.

Muitas empresas inclusive colocam como requisito “Saber trabalhar em equipe”.

Uma organização que incentiva projetos e colaboração entre departamentos pode permitir que você seja exposto a outras coisas, mesmo que não façam parte do seu trabalho.

Se seu trabalho for em vendas, por exemplo, você pode trabalhar com membros das equipes de design e marketing enquanto cria novos anúncios sobre seus produtos.

Ou com programadores para criar uma nova página de compras para o site.

Organizações verdadeiramente colaborativas oferecem fluidez em sua função.

Claro, você ainda terá suas funções designadas, mas deve ter oportunidades de se envolver em uma série de atividades relacionadas também.

Ao considerar para qual empresa você gostaria de trabalhar, fale com os funcionários atuais e pergunte-lhes como o trabalho em equipe é realmente praticado no escritório.

Descubra como os projetos interdepartamentais são estruturados para ver como um funcionário pode se envolver com diferentes aspectos do processo.

Foco em organizações com desenvolvimento de carreira

Como alguém que está interessado em muitas coisas diferentes, é provável que você não fique satisfeito, a menos que possa experimentar coisas novas e aprender novas habilidades continuamente.

Isso significa que você precisará de uma empresa que apoie o desenvolvimento de carreira ou tenha plano de cargos e salários.

E só porque um trabalho parece ser uma ótima opção agora, isso não significa que também será vantajoso no futuro.

O que fará a diferença em sua felicidade a longo prazo é o quão bem a empresa irá apoia-lo caso deseje experimentar uma nova função.

Ao pesquisar sobre as vagas de empregos, procure descobrir como determinada empresa aborda a questão de plano de carreira.

Uma ótima oportunidade para fazer isso é durante a entrevista de emprego.

Questione se todos os funcionários são submetidos ao mesmo treinamento genérico e distribuição mecânica de responsabilidades?

Ou eles permitem que os funcionários escolham o que aprenderam e explorem habilidades e funções não diretamente relacionadas à sua posição atual?

Se você acha que não terá a chance de continuar explorando diferentes interesses, é provável que não seja o lugar certo para você.

E por fim, reavalie as suas opções

Hora de reavaliar todas as opções disponíveis! Se possível analisar os pros e os contras de cada profissão.

Se conhecer alguém que atua na área melhor ainda, claro que a decisão final é sua, mas peça a outra pessoa para lhe descrever como é a rotina de trabalho.

Quais são os pontos positivos e negativos, os desafios diários, as cobranças, os resultados alcançados.

Nada melhor do que a experiência para lhe ajudar a como escolher uma profissão.

Siga-nos nas redes sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/emprega.maisgoias/

Twitter: https://twitter.com/empregagoias

Facebook: www.facebook.com/empregamaisgoias

LinkedIn: O Emprega Mais Goiás também está na rede social mais utilizada no âmbito profissional, acesse o nosso perfil em: https://www.linkedin.com/in/empregamaisgoias/

Desejamos boa sorte a todos os candidatos!

@empregamaisgoias #vagasempregogoiania #empregosgoiania

O Emprega Mais Goiás não se responsabiliza pelo conteúdo de nenhuma oferta de emprego divulgada no portal. Os conteúdos das vagas são de responsabilidade dos anunciantes.

Something is wrong.
Instagram token error.
Follow
Load More

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *