EMPREGA MAIS GOIÁS

O SEU PORTAL DE EMPREGOS

ARTIGOS LOGÍSTICA

Quero ser um ponto de coleta do Mercado Livre

Que praticamente todas as pessoas já ouviram falar no Mercado Livre é um fato! Agora o que poucas sabem que é possível fazer uma parceria com a empresa e começar a faturar uma grana extra, afinal: Quero ser um ponto de coleta do Mercado Livre, o que preciso fazer?

Essa é mais uma iniciativa do Mercado Livre que procura manter um sistema mais prático para envios e recebimentos de produtos. Inclusive com o objetivo de depender cada vez menos dos Correios e ter uma logística independente.

Agora se você já possui uma loja com um espaço ocioso, compensa pensar a respeito. Afinal de contas, será possível conseguir uma renda a mais com esse serviço e tornar sua empresa popular.

Neste artigo iremos lhe mostrar como funciona esse ponto de coleta e tudo que você precisa saber pra começar as atividades!

Além desta pergunta, também iremos abordar outras dúvidas co-relacionadas como por exemplo:

1. Como funciona um ponto de coleta do Mercado Livre?

2. Como ser um ponto de coleta do Mercado Livre?

3. O que precisa para ser um ponto de coleta?

4. Quais as vantagens de se tornar um ponto de coleta?

5. Quanto ganha um ponto de coleta do Mercado Livre? 6. Vale a pena ter um ponto de coleta?

Quero ser um ponto de coleta do Mercado Livre
Quero ser um ponto de coleta do Mercado Livre

E com é o funcionamento do ponto de coleta do Mercado Livre?

O ponto de coleta do Mercado Livre funciona como uma agência para despachar mercadorias dos vendedores, assim o vendedor vai até o ponto mais próximo, entrega a mercadoria no ponto de coleta e a empresa de logística parceira do Mercado Livre recolhe e envia para o cliente.

Leia também: Como ser um entregador do Mercado Livre Envios Flex?

Portanto, ao invés do vendedor ir até os correios ou até uma transportadora para fazer o envio, ele poderá despachar em um ponto de coleta mais próximo.

Que poderá ser em uma loja no seu bairro, um farmácia ou comércio por exemplo. O ponto de coleta por sua vez, terá o trabalho apenas de receber as mercadorias dos vendedores, armazenar e depois entregar para a empresa de logística parceira da empresa.

Esta empresa possui diversos motorista que passam diariamente nos pontos de coletas para retirar e entregar as mercadorias.

Em alguns casos, você também poderá receber mercadorias que os próprios clientes irão retirar pessoalmente, mais ou menos como se fosse um CD (Centro de Distribuição) descentralizado.

Mas no geral, é um trabalho simples de ser feito e o objetivo é utilizar um espaço que não esteja sendo utilizado na loja para armazenar as mercadorias temporariamente, já que praticamente todas elas tem prazo de entrega e está associada a satisfação do cliente com a compra.

Em contrapartida há também a urgência em se fazer as entregas para faturar, já que quanto mais os entregadores trabalham, mais eles recebem.

Como ser um ponto de coleta do Mercado Livre?

O primeiro passo para ser um ponto de coleta do Mercado Livre é acessar o site da Kangu, clicando neste link. Em seguida clicar na aba “Seja um Ponto Kangu” e realizar o seu cadastro.

Essa é a empresa parceira do Mercado Livre que é responsável por este processo. Assim que finalizado, a Kangu irá analisar o seu cadastro e caso tenha interesse, fechará a parceria contigo.

Vale lembrar que como depende de uma questão logística, a empresa não fecha a parceria com todos os interessados em se tornar ponto de coleta do ML.

Primeiro precisam analisar a demanda da região e verificar se há uma grande quantidade de vendedores precisando do serviço.

Justamente por este motivo, a maioria dos pontos de coleta estão sendo montados nas grandes capitais. Porém a tendência é que essa estratégia se espalhe por todo o Brasil e estejam disponíveis em várias cidades, principalmente nas mais populosas e próximas das capitais.

O que eu preciso para ser um ponto de coleta?

Você precisa ter uma empresa já em funcionamento para ser um ponto de coleta. Não é permitido abrir um estabelecimento apenas para ser um ponto de coleta apenas para receber as mercadorias ou até mesmo receber as mercadorias na sua residência.

É necessário que seja uma loja em funcionamento em uma rua de fácil acesso. Você vai precisar de poucas coisas para iniciar, já que será um processo simples.

Requisitos para ser um ponto de coleta do Mercado Livre:

  • Ter um espaço físico com capacidade para armazenar as mercadorias
  • Possuir um celular com acesso a internet
  • Instalar o aplicativo Kangu para gerenciar os envios
  • Estabelecimento com fácil acesso
  • Não pode ter bloqueios como portas fechadas ou catracas
  • Funcionamento de segunda a sexta feira em horário comercial
  • CNPJ (Pode ser MEI)
  • Possuir conta bancária pessoa jurídica

Todo gerenciamento das mercadorias, tanto as recebidas quanto as enviadas, será feito pela plataforma própria da Kangu. Você não precisa investir em nenhum tipo de software de controle logístico para esta função.

Quais as vantagens de se tornar um ponto de coleta?

Se você já possui uma loja e quer se tornar um ponto de coleta, existem algumas vantagens nisso. Claro que o objetivo final é obter uma renda extra.

Mas existem outros pontos positivos, como por exemplo:

  • Maior divulgação da sua loja
  • Quantidade maior de pessoas visitando a sua loja, além dos entregadores, também pessoas comuns irão visitá-lo(a)
  • Ser remunerado pelo serviço de armazenamento das mercadorias

Quanto ganha um ponto de coleta do Mercado Livre?

Bem, um ponto de coleta do ML irá receber de acordo com a quantidade de produtos que ele recebe para armazenar. Infelizmente a Kangu não informa o valor exato que paga por cada pacote armazenado.

Mas a Pegaki que é outra empresa que já foi parceira do Mercado Livre pagava R$ 0,50 por cada pacote armazenado.

Acreditamos que o valor tenha sido atualizado, já que esta informação é antiga. Outro detalhe são os ganhos, se o valor não for atraente, cada vez menos pessoas estarão interessadas em se tornar um ponto de coleta.

Segundo a Kangu, há parceiros que tem uma receita superior a R$ 10.000,00 mensais. Mas lembramos que os valores não são exatos, já que depende da quantidade de mercadorias armazenadas/vendedores próximos e outros fatores.

A Pegaki, que já foi parceira do Mercado Livre, é bem conhecida neste ramo de ponto de coleta, inclusive se você quiser também poderá se cadastrar na Pegaki para ser um Ponto de Coleta e armazenar mercadorias de outros ecommerces.

E vale a pena ter um ponto de coleta?

Por ser algo inovador, consequentemente, ainda não oferece grandes lucros para quem está iniciando agora. Outro detalhe que vai interferir é a quantidade de vendedores que irão aderir e fazer o despacho das suas vendas nos pontos de coleta.

Mas a tendência é sim que possa gerar bons rendimentos, já que a tendência das vendas pela internet é aumentar cada vez mais.

Pode ser que não seja um negócio 100% vantajoso neste momento, mas se você tem um local na sua empresa não utilizado e quer ganhar uma grana extra para suprir as despesas, é interessante pensar a respeito.

Se você pensa em ter um ponto de coleta no seu estabelecimento, o ideal é agir rápido, pois quando a demanda aumentar, você já estará posicionado e pronto para atender.

O nosso objetivo aqui no site é auxiliar a todos que procuram um emprego ou algum tipo de renda extra. Como todo negócio, avalie os pontos positivos e negativos, evite dar ouvido apenas a opiniões negativas e tire suas dúvidas junto a equipe da Kangu.

Não leve em conta apenas o valor de cada produto armazenado, poderá ser desanimador! Pense no montante mensal!

Boa sorte a todos (as)!

LinkedIn: O Emprega Mais Goiás também está na rede social mais utilizada no âmbito profissional, acesse o nosso perfil em: https://www.linkedin.com/in/empregamaisgoias/

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *